CONHEÇA A MARCA.

TEM MEBER BEM PERTO DE VOCÊ.
SAIBA ONDE ENCONTRAR.

Água que você usa em casa: de onde vem? Pra onde vai?

Abrir uma torneira, usar a água e deixar o resto ir embora pelo ralo, sem dar muita importância, é um costume que todo mundo tem. Há quem se preocupe em saber de onde essa água veio, mas alguém que se interesse em saber pra onde ela vai, o que acontece no meio do caminho e como isso vai impactar a natureza, é difícil de se ver. Então presta atenção que a gente vai contar o ciclo todinho.

Monocomando Lumina

Mais de 70% da Terra é coberta por água.

No caso de Porto Alegre, a água potável consumida pela população vem dos 1,5 milhões de litros por segundo que desaguam no Lago Guaíba. Ela vem, basicamente, do rio Jacuí e de outros três afluentes (Caí, Sinos e Gravataí) que estão na lista dos dez rios mais poluídos do Brasil. O Departamento Municipal de Água e Esgotos – DMAE capta uma pequena parte dessa vazão (cerca de 0,5%) e transforma em água potável.

 

Na primeira etapa de tratamento, produtos químicos são adicionados para facilitar a retirada de matéria orgânica, ajustar o pH e facilitar as fases seguintes, de  coagulação e floculação. Na coagulação, outros produtos são adicionados e agitados provocando uma desestabilização das partículas de sujeira presentes na água. Na floculação ocorre uma mistura lenta da água que faz com que as partículas de sujeira se aglutinem em flocos, para facilitar sua remoção.

voda-spelo-zrelo2

768 milhões de pessoas no mundo não têm acesso à água tratada.

A água com os flocos de sujeira passa, então, por um tanque de decantação, onde são separados por gravidade. Logo depois, ela atravessa um filtro com leitos de pedras, areia e carvão antracito, responsáveis por reter a sujeira que restou da fase de decantação. Finalmente é feita uma última adição de cloro antes de sua saída da estação de tratamento para garantir que a água fornecida fique isenta de bactérias e vírus e também é adicionado flúor para a prevenção de cáries. Só então a água está pronta para percorrer os quatro mil quilômetros de redes de distribuição e chegar em todas as residências da cidade.

Mas e depois? Você dá a descarga, esgota as pias, o tanque e a água segue o seu ciclo. Passa, então, a ser chamada de esgoto. Percorre outros milhares de quilômetros, chega a uma estação de tratamento, recebe produtos químicos e é transformada outra vez em “água”, fechando o seu ciclo.

Mas e aí, no fim das contas, você faz alguma coisa para evitar esse desperdício todo? Nossa dica é apostar em torneiras mais modernas que venham com arejador de vazão. Apostando nisso, você conseguirá reduzir seu consumo de água e o planeta vai agradecer.Confira opções de torneiras com o arejador em www.meber.com.br