CONHEÇA A MARCA.

TEM MEBER BEM PERTO DE VOCÊ.
SAIBA ONDE ENCONTRAR.

Cuidados para deixar a casa mais segura aos idosos

Com o avanço da idade, aumentam também os cuidados necessários a fim de garantir mais segurança – especialmente dentro de casa. Pesquisas apontam que projetar uma residência pensando no conforto e bem-estar da terceira idade reduz cerca de 40% dos acidentes domésticos. Reforçando essa constatação, dados do Ministério da Saúde mostram que 70% dos acidentes envolvendo pessoas acima de 60 anos acontecem dentro de suas próprias casas.  Por isso, separamos algumas dicas que podem auxiliar em como pensar a arquitetura residencial interna em benefício às pessoas de mais idade, confira:

 

Áreas de comum circulação

Corredores, portas e janelas devem estar de acordo com as necessidades dos idosos, ou seja, precisam ser largas – o mínimo indicado por especialistas é 1,20 m de largura em áreas de passagem. Portas devem ter entre 0,90 m e 1 m, para que seja possível passar uma cadeira de rodas, caso necessário. É importante deixar tudo organizado, sem ‘empecilhos’ pelo caminho, como tapetes, cortinas e roupas de cama muito longas, degraus, fios pelo chão e camas dos pets – pois a visão periférica tende a se perder, tornando qualquer obstáculo um risco de queda.

 

Prezar por um ambiente bem iluminado

Uma boa iluminação é ideal em qualquer ambiente, porém ganha ainda mais importância em locais com a presença de idosos. Uma ótima dica é utilizar luzes para iluminar o caminho até o banheiro, por exemplo, para ajudar às idas noturnas ao toalete. Além disso, a iluminação precisa ser uniforme, sem criar manchas e sombras. Áreas de trabalho, como a cozinha, precisam de cuidado redobrado nesse quesito. Outra dica é que as cores das superfícies utilizadas contrastem entre si, como a parede e o piso. Isso irá ajudar no dia a dia e facilitar na visualização.

 

Segurança no banheiro

Devido à umidade e às características arquitetônicas, o banheiro é um dos locais onde mais acontecem acidentes. A utilização de assentos elevados no vaso sanitário para auxiliar na hora de levantar e evitar tonturas pode amenizar os riscos, assim como as barras de apoio. Inclua também barras de apoio, fitas antiderrapantes e cera especial sobre o piso liso – para que não escorregue. O ideal é que o banheiro tenha uma área livre de 1,5m.

 

 

Praticidade na concepção do quarto

Além das dicas relativas a não utilizar tapetes e cortinas ou lençóis longos, dentro do quarto é aconselhável deixar o criado-mudo na altura do colchão, evitando batidas desnecessárias, pois a pele do idoso é naturalmente mais sensível. O uso de arandelas é uma boa pedida para deixar a superfície do móvel livre de abajures. Para altura da cama, o ideal é que, ao sentar-se, os pés encostem no chão e a perna forme um ângulo de 90°. E não se esqueça: sempre preste atenção nas necessidades do idoso, pois cada um requer suas próprias adaptações.

 

Gostou dessas dicas? Então conheça mais sobre a nossa categoria Arquitetura clicando aqui.