CONHEÇA A MARCA.

TEM MEBER BEM PERTO DE VOCÊ.
SAIBA ONDE ENCONTRAR.

DICAS DE ILUMINAÇÃO PARA AMBIENTES

Precisamos falar sobre iluminação de ambientes. Sim, esse tema aparentemente trivial merece um cuidado mais minucioso nos projetos residenciais, afinal, ajuda a tornar os momentos em casa mais prazerosos. Podemos concluir previamente, portanto, que a iluminação desempenha dois fatores primordiais na arquitetura de interiores: funcionalidade e estética, valorizando o layout de forma harmônica com móveis e acessórios ao mesmo tempo em que nos oferece conforto visual.

Para guia-lo na escolha da iluminação certa para os ambientes residenciais, separamos dicas voltadas para otimizar cada cômodo. Descubra como melhorar seu projeto:

Sala de estar

A grande diferença entre uma sala de estar com projeto de iluminação e ambientação e outra sem planejamento é o conforto para os moradores. Isso porque o cômodo requer luzes mais suaves, podendo contar com abajures, pendentes, luminárias de piso ou spots para pontuar espaços de destaque. Também é importante pensar na posição dos feixes de luz, evitando instalar luminárias em cima de sofás e poltronas, porque pode incomodar a visão de quem estará embaixo.

Cozinha

Antes de ser considerada ‘o coração da casa’ pelo fato de integrar pessoas, a cozinha deve ser interpretada como um local de trabalho – é lá que preparamos as refeições e manuseamos diversos tipos de utesílios. Nesse sentido, prefira iluminação geral, clara, eficiente e preferencialmente branca, que dá mais veracidade aos tons dos alimentos.

Recurso bastante utilizado nos projetos atuais é instalar fitas de LED embaixo dos armários fixados na parede em frente à bancada, evitando sombras durante as tarefas.

Sala de jantar

Na sala de jantar a proposta é um pouco diferente, pois o cômodo clama por um clima intimista e confortável. O grande curinga é instalar uma boa iluminação acima da mesa de jantar. Se o móvel for muito grande, considere anexar pontos auxiliares nas lateais. Quando o projeto estiver pronto, convide os amigos para degustar uma nova receita.

Dormitório

Descanso é a palavra-chave que descreve o papel do quarto, então, nada de luzes muito fortes nem brancas/frias. Evite luzes que se projetem diretamente na cabeceira da cama, pois elas incomodam os olhos (prefira abajures nos criados-mudos para um apoio durante as leituras).

 

Banheiro

Tanto o lavabo quanto a sala de banho pedem luzes gerais e claras, reforçando a sensação de ambiente limpo e facilitando o uso do cômodo. Lembre-se de instalar uma luz difusa ou indireta próxima ao espelho, assim conseguirá iluminar o rosto sem sombras indesejadas.