CONHEÇA A MARCA.

TEM MEBER BEM PERTO DE VOCÊ.
SAIBA ONDE ENCONTRAR.

Reflita seu estilo com espelhos na decoração

Itens trazem muito mais do que amplitude e claridade a ambientes, dotando-os de sofisticação e elegância

 

Para além da sua função de refletir nossa imagem, os espelhos são capazes de transformar ambientes. Uma das principais características neste sentido é a de promover a sensação de ampliação das peças, recurso muito utilizado em espaços de pouca metragem. Mas o material também pode ser aplicado para esconder pequenas imperfeições, por exemplo, em colunas e paredes.

Toda essa versatilidade ainda traz um outro e importante atributo. Os espelhos também servem como elemento decorativo. Com alguns cuidados para não exagerar, eles podem repaginar o visual de sua casa, trazendo tanto sofisticação quanto casualidade à decoração dos ambientes. Selecionamos algumas dicas para você se inspirar em tipos, cores e formatos e como fazer desse item um destaque no décor.

 

Algo ele sempre refletirá

Sempre que você quiser colocar um espelho como decoração na sua casa é preciso ter em mente o que ele refletirá. Por isso, assegure-se de que ele seja instalado numa parede em que o que estiver no seu oposto seja bonito. Isso, principalmente, quando ele for uma peça do teto ao chão.

 

Onde usar

O espelho pode ser aplicado em qualquer superfície de ambientes internos. Um bom local, por exemplo, é o hall. Além de trazer um toque especial, serve para aquela última olhada no visual antes de sair de casa. Aproveite os quadros que você tem na parede da sala, artísticos, de paisagens ou de fotografias, e insira espelhos com moldura como se fosse mais um quadro a compor a decoração. O que definirá o tamanho do espelho, neste caso, é a área da parede e a quantidade de peças e objeto que há nela. Se a sala tiver pé-direito alto, não tenha dúvida, use espelhos verticais. No caso de o ambiente ser comprido, vá de espelhos horizontais. Na sala de jantar, é costume ter a peça sobre o buffet. Também, de acordo com o tamanho da parede, defina se o melhor é tê-la no formato horizontal ou no vertical. Já no quarto, dependendo da proposta, você pode colocar um espelho do tamanho do corpo, com moldura, apenas apoiado na parede – assim você foge do convencional de instalar na porta do guarda-roupa e ainda cria um efeito decorativo.

Com ou sem moldura?

Tanto um como o outro. A escolha vai depender da decoração da peça. Se for um ambiente luxuoso, por exemplo, convém usar uma moldura talhada, à Luis XV. Mas isso não é regra. Uma peça bisotê (com trabalho nas bordas) também vai dialogar com esse ambiente mais opulento. O bisotê, aliás, se enquadra também para qualquer tipo de decoração, pois é um clássico. O próprio acabamento serve de moldura. Claro que se você estiver pensando em algo com moldura, esse estilo perde o sentido, porque suas bordas chanfradas ficarão cobertas. As molduras devem ser escolhidas de acordo com o ambiente em que os espelhos forem instalados. Se a decoração fora colorida, a moldura pode ser sutil. Já se o espaço é mais clean, você pode ousar um pouco, assim como você não vai errar ao optar pela madeira para ambientes mais rústicos. Escolha molduras metálicas caso sua casa siga um conceito mderno/contemporâneo. Os materiais são os mais diversos que você possa imaginar, indo do plástico ao MDF. Uma dica para a escolha do material é que ele deve harmonizar com o seu ambiente. No caso de um espelho grande para uma sala de jantar com ambientação moderna ou mesmo minimalista, você acertará ao escolher molduras retas. Ambientes mais clássicos vão bem com moldura veneziana, não importando se seu espelho for redondo, oval ou quadrado.

Formatos

Hoje, praticamente não há limites para os formatos dos espelhos. Por isso, se a sua ideia é utilizar peças que fogem dos tradicionais formatos retangulares, quadrados e ovais, fique tranquilo. E eles ficam lindos em desenhos não convencionais, como gotas e favos de mel, trazendo um efeito muito interessante à decoração. O legal dessas propostas é que elas podem ser trabalhadas de modo a oferecer apenas um detalhe ao ambiente. Os espelhos também podem, ao invés de serem instalados como uma peça única horizontal, por exemplo, formar esse mesmo desenho a partir do uso de duas ou três peças separadas, o que também traz um efeito ótico diferente. Espelhos redondos ficam melhores em ambientes informais, enquanto os retangulares casam bem com lugares formais. Quanto ao tamanho, sempre, em qualquer caso, você deve pensar no equilíbrio do ambiente, de modo que ele não fique nem tão pequeno, nem tão grande.

Cores

Sim, espelhos também podem ter cores. Quer dizer, a definição mais correta seria um efeito. Além do tradicional, dois chamam a atenção, os que lembram o bronze e o que são fumês. Mas quando você deve optar por eles? Tanto um quanto o outro tira um pouco a sensação da claridade que é uma das características do espelho prata, então, pense no efeito do que você estiver buscando. Se o ambiente for muito claro, um espelho fumê será muito bem-vindo. O bronze traz uma sensação de aconchego maior e casa perfeitamente com ambientes como uma sala de leitura ou uma sala de estar mais intimista. Ambos vão bem com qualquer tipo de decoração e conferem um requinte extra. Ah, esses espelhos, assim como o prateado, também ficam ótimos para revestir móveis, como uma mesa de centro ou um buffet.