CONHEÇA A MARCA.

TEM MEBER BEM PERTO DE VOCÊ.
SAIBA ONDE ENCONTRAR.

SAIBA COMO UTILIZAR AS CORES A FAVOR DO SEU LAR

Do branca ao preto, todas as cores transmitem sensações e significados específicos à ambientação. Muitas pessoas pensam logo em paredes claras e móveis neutros, mas a verdade é que existe uma infinidade de tons que podem contribuir para um cômodo ser mais convidativo. Desse modo, a cromoterapia é uma poderosa (e necessária) aliada para projetar uma residência. No conteúdo abaixo, você confere uma breve descrição das principais cores utilizadas em home décor.

Branco: remete a pureza, tranquilidade, clareza e limpeza, sendo um curinga para unir outras cores. Combina com todos os ambientes da casa (todos mesmo), mas sua predominância geralmente é em cozinhas, áreas de serviço e lavabos/salas de banho. O branco ainda consegue oferecer a sensação de amplitude nos espaços.

Bege: Lembrando elegância e tranquilidade, tons de bege/neutros como areia, palha e nude são super versáteis na decoração, oferecendo liberdade para muitas combinações – verde-oliva, azul-marinho, vermelho, preto, branco e cinza são algumas das possibilidades.

Amarelo: precisa de um estímulo energizante no ambiente? Então aposte na cor amarela, capaz de demonstrar aconchego e conforto. Tonalidades suaves vão muito bem em salas de estar e áreas de convivência. Nuances que puxam para o esverdeado têm certo frescor e conseguem levar energia a ambientes comerciais ou ligados ao setor de saúde e bem-estar. Já os mais vibrantes ajudam a destacar detalhes.

Laranja: calor e energia são as características mais marcantes nas nuances de laranja, cor ligada a movimento, comunicação e criatividade (um bom exemplo é a Living Coral, eleita Cor do Ano 2019 pela Pantone). Ótima para escritórios, ambientes de estudos, sala de estar e dormitórios. Em cozinha ou sala de jantar, desperta o apetite.

 

Vermelho: comumente relacionada a romance, a cor vermelha também transmite poder, força e fortuna. Nos projetos de interiores, ajuda a criar ambientes calorosos, aconchegantes e convidativos. Como leva destaque à parede, é um bom truque para aquecer ambientes frios.

Preto: se você quer que o cômodo mostre nobreza e sofisticação, aplique a cor preta – especialmente se o espaço for grande, porque ela torna o ambiente mais intimista e convidativo. Mas lembre-se de consultar um arquiteto ou designer de interiores para encontrar um ponto ‘na medida’, caso contrário o clima pode ficar carregado.

Azul: associada a calmaria e descanso, o azul figura bastante em dormitórios, salas de estar e suítes. Se a escolha for por um tom claro, melhor aplicar em ambiente pequeno/médio, pois oferece amplitude. Azul-marinho, no entanto, funciona muito bem em cômodos médios ou grandes. Seja qual for a nuance, o azul é uma boa estratégia para tornar escritórios e salas de estudo mais confortáveis aos olhos.

Violeta/lilás: essa cor dá um quê de espiritualidade e leve sofisticação em ambientes internos e externos. Tons mais fechados remetem a luxo e os mais suaves criam uma atmosfera romântica e delicada (ótimo para quartos infantis).

Rosa: tons mais próximos do rosa-choque são bem vibrantes e não estão em alta no décor (os mais escuros podem figurar em salas de estar). Se quiser utilizar essa cor por gosto pessoal, procure nuances de rosa que puxem para o alaranjado (novamente, temos como referência a Living Coral – tipo de rosa alaranjado ou laranja rosado).

Verde: perfeito para dormitórios, sala de estar e banheiros, o verde transmite harmonia e tranquilidade. Essa cor é tida como símbolo de pureza, equilíbrio e boa saúde, contribuindo para a concentração – pode, portanto, ser aplicada em salas de reunião ou conferência.