CONHEÇA A MARCA.

TEM MEBER BEM PERTO DE VOCÊ.
SAIBA ONDE ENCONTRAR.

Saiba como escolher os vasos certos para suas plantinhas

Recipientes adequados são fundamentais para o verde florescer dentro de sua casa

As plantinhas são ótimas para ornamentar a casa, garantindo, ainda, uma necessária renovada no ar que respiramos. Além disso, são a melhor forma de colocar um pouco de natureza para dentro de casa – e, assim, ficar o mais próximo dela, principalmente para quem mora em apartamento. Para que elas vicejem são necessários cuidados que passam desde produtos para cultivá-las e pela escolha dos vasos, um item muitas vezes relegado e que influencia no desenvolvimento das plantinhas. Salve essas dicas e não erre ao adquirir os recipientes para os próximos vegetais que você plantar crescerem da forma ideal.

Tamanho da raiz e da planta

Você vai precisar de uma ajuda de seu florista, porque é preciso saber o tamanho da raiz da planta para definir o vaso correto, e não levar em consideração apenas o tamanho da planta. Também não esqueça de levar em conta o espaço que as plantas vão ocupar e o suporte em que elas serão fixadas. Aproveite e pergunte a seu florista qual o tamanho máximo que a planta atinge. Tudo isso ajuda na hora de definir qual vaso comprar.

 

 

Siga a proporção

Espaços grandes exigem vasos grandes e, por consequência, plantas portentosas. Já os espaços pequenos precisam ser enfeitados com recipientes idem. A regra é seguir a proporção, de modo a deixar os ambientes harmônicos.

Condições de temperatura

Tem plantas que apreciam mais o calor do que outras. Isso é importante para posicioná-las melhor dentro da sua casa e também para definir o material do seu vaso, já que alguns podem reter mais calor. Seu florista, novamente, pode lhe ajudar a indicar quais vegetais são mais afeitos à sombra, os que preferem apenas uma certa quantidade de luz solar e outros que podem ficar mais tempo tomando banho de sol. Conforme o material que o vaso é produzido, ele também pode reter mais calor, como os feitos de plástico. É importante que você saiba disso para acomodar a plantinha no melhor recipiente e oferecer a ela maior conforto para que possa se desenvolver.

Tipos de material

Falamos a recém sobre os vasos feitos de plástico, mas esse é um assunto que merece mais algumas linhas. Os vasos feitos de cerâmica – ou de barro –, por exemplo, garantem melhor umidade para os vegetais e temperatura mais controlada. Já os de cimento devem ser colocados em áreas externas, por conta do peso e da dificuldade em locomovê-los. Os de vidros trazem um aspecto mais sóbrio e, geralmente, são ideais para plantinhas aquáticas. Os de madeira são mais úteis como cachepôs, escondendo vasinhos de plástico. Os de fibras naturais são biodegradáveis e combinam perfeitamente com a proposta de colocar natureza dentro de casa, enquanto os de polietileno são mais bonitos e resistentes que os de plástico, mas não tão interessantes quanto os de metal, que conferem uma estética diferenciada. Com certeza você achará vasos que tenham tudo a ver com seu estilo.